segunda-feira, 15 de julho de 2013

Os viajantes Cristais


Os viajantes Cristais


Chegamos para trazer a luz
Viemos com o exercito da paz,
Abdicamo-nos de confrontos, pois,
Viemos propagar a energia Cristal.
Ultrapassamos as cortinas do plano etéreo
Com o combustível da sustentabilidade mental.
Somos espíritos viajantes, sucessores índigo,
Viemos trazer o plano para a evolução humana, e,
Livrá-los das agressivas garras do destino mortal.

Investidos como juízes, condenamos o ego, e,
Tudo que venha a degradar o corpo material
Desta espécie que roda em torno de si.
Na condição humana, manifestamo-nos,
Ainda quando no involucro corpo de uma criança.
Viemos, com o amor embutido em nossa mente,
Oferecer a salvação para esses seres descrentes
Que hoje se encontram há um passo de Caim.

O Deus-Universo fala!... As estrelas projetam a sua voz.
O nosso coronário chacra contata mensagens divinas.
Nossa Sensibilidade é demasiada. Quando o outro se fere,
Também nos ferimos, quando o outro ama...
Ficamos extasiados, pois esta é a nossa maior conquista.

- Carlos Conrado 

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Série: Freud Já Dizia!

Freud já dizia: buscamos a satisfação da libido! A flexibilidade moral e a liberdade do século XXI nos permitem ver símbolos fálicos por toda a parte. A criatividade bolina nossos desejos. Um assédio desmedido, a saciação descomunal dos desejos imediatos. Imediatismo! Buscamos – já, agora! – o paraíso na terra, portanto observamos o homem antropologicamente petrolífero, o indivíduo eletricamente super poderoso!
O objetivo da civilização é proporcionar conforto aos traseiros e egos alheios. Não conseguimos mais abandonar as regalias que a ciência nos deu. Evoluímos: somos os Homo Ignóris Esforçús Sapiens. Note que o sapiens vem por último.
As regalias científicas acomodam nosso instinto primitivo de sobrevivência (somos vadios), seccionam-nos em cátedras minúsculas do conhecimento potencializando a distância e a dependência dos homens (somos sozinhos e despreparados). A informação pasteurizada – ingenuamente imparcial – ministrada com apelação sexual para saciação da ordem libidinosa funciona como um Viagra moral, trazem uma falsa – e muitas vezes duradoura – sensação de conforto e preparo (a propaganda de cerveja com mulher semi-nua no intervalo do jornal não é por acaso, é fruto do mundo pop que consome ideais prontos).

No fim das contas temos: a mídia masturba o ser que goza com o capitalismo, mas broxa para a existência. 

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Desenterrando a série Freud já dizia

     Freud já dizia: “Viva o país da piada pronta”. Um lugar tão classista que revolucionário briga pra manter status de revolucionário! Emboabas aproveitam pra pagar de cara pintada. Esquerda não é oposição. “Façamos a revolução, depois descobriremos por que!” Um lugar de paradisíaca pós-modernidade. E vejam só: tiraram o direito da burguesia criticar! Pobrezinhos. Logo eles, com tanto a reclamar de seu governo assistencialista.
     Acusam-nos de sermos paternalistas. Mas o problema é com a mãe. Portugal foi uma má mãe e agora deu nisso. Ganhamos a independência de mão beijada e não deixamos de amar mamãe Portugal. O brazil tem Complexo de Édipo! É Freud mano.
     Só pode dar em piada um lugar que não entende bem o livro fundamento do próprio sistema. É Freud mano.


     E quando perguntarem filosofia pra que? Responda “Pra fazer piadas do tipo, ‘é Freud mano’”. 

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Arte de Eliza Dall'Oglio


Obs.: Clique na imagem para ver em tamanho ampliado